Santuário Nossa Senhora da Piedade

Santuário

Nossa Senhora da Piedade

Arquidiocese de Sant'Anna de Botucatu - Lençóis Paulista SP

Falece Mãe do Arcebispo

FALECEU DONA MARIA GROTTO DE CAMARGO, MÃE DE NOSSO ARCEBISPO.

Na noite deste domingo, dia 11 de novembro, faleceu em Presidente Prudente dona Maria Grotto de Camargo, mãe de Dom Maurício.

Ela estava internada já há alguns dias.

O velório acontece na Catedral de Presidente Prudente e a Santa Missa será às 15h.

Rezemos pelo seu descanso eterno e também pelo consolo de toda família

Clero refletiu sobre a identidade do Presbítero

Entre os dias 22 e 25 de outubro Dom Maurício juntamente com os padres da Arquidiocese estiveram reunidos em Agudos, no Seminário Santo Antonio, para o Curso de Atualização deste ano de 2018.

Pe Rubens Pedro Cabral, Oblato de Maria Imaculada e que trabalha na CRB (Conferência dos Religiosos do Brasil), assessorou as formações. Ele trabalhou a necessidade de os padres serem missionários convocando-os a pensar quem são as pessoas que eles, em primeiro lugar, precisam converter.

Novos coordenadores regionais e do clero

Na última quarta-feira, dia 24, os padres da Arquidiocese que estão reunidos em Agudos para o Curso de Atualização Anual elegeram os novos coordenadores de região Pastoral e também o representante do clero.

Foram eleitos:

Representante do clero: Pe Adauto Martins (Paróquia N. Sra. Consolata – São Manuel)

Coordenadores Regionais:

  • RP1: Pe Paulo Bronzato (Paróquia Menino Deus – Botucatu)
  • RP2: Pe Marcelo Prado (Paróquia São Benedito – Avaré)
  • RP3: Pe Válter Jeremias (Paróquia N. Sra. dos Remédios – Anhembi)
  • RP4: Côn. Marcelo Paes (Paróquia São Pedro e São Paulo – Lençóis Pta.)

Eles assumirão o encargo a partir do ano que vem pelo período de 4 anos (2019-2023) e passam a integrar o Conselho de Presbíteros e o Colégio de Consultores.

Nossa Arquidiocese na Assembleia das Igrejas

Entre os dias 19 e 21 deste mês foi realizada em Itaici, a 40ª  Assembleia das Igreja dos Regional Sul 1.

Estiveram presentes os Arcebispos, Bispos, Coordenadores de Pastoral, Assessores diocesanos do Setor Juventude, religiosos, jovens dos mais diversos movimentos, pastorais e grupos juvenis, além de outros leigos credenciados representando suas respectivas pastorais.

O tema refletido nesta Assembleia, estando em comunhão com o Sínodo realizado em Roma, foi:  “ Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

Representando nossa Arquidiocese estiveram presentes o nosso Arcebispo, Dom Maurício, Pe José Hergesse, coordenador arquidiocesano de pastoral, Pe Rafael Paixão, Assessor Arquidiocesano do Setor Juventude, o Seminarista Alex Augusto e representado nosso Setor  Dinael Humberto Moreira, da Paróquia São Joaquim , de Igaraçu do Tiete, SP.

DNJ 2018 em Avaré

Acontecerá no próximo dia 21 de outubro na cidade de Avaré mais um DNJ 2018 (Dia Nacional da Juventude), com programação durante todo o dia.
O início está previsto para às 07hs na Concha Acústica que está localizada em frente a prefeitura municipal de onde todos sairão em peregrinação até o Ginásio Kim Negrão.
Durante o evento teremos momentos de animação, louvor, pregações, adoração, Santa Missa, show com MSM e muito mais.  O encerramento do encontro está previsto para às 17hs
Convidamos todos os jovens para estarem participando  de mais esse DNJ.

Maiores informações: https://www.facebook.com/dnjavare2018/

27-09-2018: Resumo da reunião do Colégio de Consultores e Conselho de Presbíteros

COLÉGIO DE CONSULTORES

27/09/2018

ASSUNTOS TRATADOS:

1- O Dr. Eduardo Daher Zacarias, Promotor de Justiça e
membro do Conselho Arquidiocesano de Economia,
apresentou alguns esclarecimentos a respeito do projeto de
construção de edifícios em terreno da Mitra Arquidiocesana,
na cidade de Botucatu, que, sob a coordenação do Ecônomo
da Arquidiocese, Côn. Émerson Rogério Anizi, vem sendo
elaborado desde o ano passado.

2- O Pe. Luiz Grillo, Pároco da Paróquia Imaculada
Conceição, de Pereiras, SP, detalhou os procedimentos e as
etapas que serão seguidas em vista da quitação da dívida que
a Paróquia tem com a Mitra Arquidiocesana.

3- Foi aprovada a proposta do Côn. Émerson Rogério Anizi,
Ecônomo Arquidiocesano, de constituir uma Comissão para
estudar a situação econômica das Paróquias e possível
revisão no valor da Taxa de contribuição paroquial mensal
à Mitra Arquidiocesana. Fazem parte da Comissão: Côn.
Émerson Rogério Anizi, Mons. Carlos José de Oliveira,
Côn. Alberto Campezato e Pe. Sebastião dos Santos.

4- O Côn. Émerson Rogério Anizi, Ecônomo da Arquidiocese,
informou a respeito da Casa alugada em Marília, SP, que, a
partir do próximo ano, vai acolher os estudantes de Filosofia
e de Teologia da Arquidiocese de Botucatu, SP. A casa de
propriedade de uma Congregação Religiosa feminina,
alugada no valor mensal de R$ 5 mil reais, possui espaço
físico suficiente para acolher até 18 estudantes.

5- O Pe. James Mwaura Mbugua, IMC, Pároco da Paróquia
São Manuel, em São Manuel, SP, falou sobre o projeto de
reforma da igreja Santa Terezinha, que vai contar com a
ajuda econômica de parentes e conhecidos do Pe. Bisio, um
Missionário da Consolata, de origem italiana, que se
encontra sepultado nessa igreja.

Pe. José Hergesse – Secretário do Colégio de Consultores

——————————————-

CONSELHO ARQUIDIOCESANO DE PRESBÍTEROS

CAPRE – 27/09/2018

Após as consultas realizadas durante os meses de agosto e
setembro, tendo ouvido o parecer favorável do Conselho
Arquidiocesano de Presbíteros, Dom Mauricio Grotto de
Camargo, Arcebispo Metropolitano de Botucatu determinou as
seguintes transferências que passam a ser concretizadas a partir
do dia 1º de janeiro de 2019. Até essa data cada um continua na
sua respectiva função:

–  Pe Laudo Correa de Vigário Paroquial da Paróquia Santuário
Santa Teresinha de Cerqueira César para Pároco da Paróquia
Nossa Senhora da Boa Morte de Arandu.

– Pe Edelcio Augusto Soares de Pároco da Paróquia Nossa
Senhora de Fátima de Avaré para Paróquia Santo Antônio de
Macatuba.

– Pe Fernando Gusson Maróstica da Paróquia Santo Antônio de
Macatuba para Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Avaré.

– Pe Edenilson Aparecido das Neves de Vigário Paroquial da
Paróquia São Pedro Apóstolo de Avaré e de Vigário Paroquial da
Paróquia Nossa Senhora da Boa Morte de Arandu para Pároco da
Paróquia Santo Antônio de Rubião Júnior, Botucatu.

–      Pe Sebastião dos Santos de Pároco da Paróquia São João
Batista de Laranjal Paulista para Vigário Paroquial da Paróquia
São Pedro Apóstolo de Avaré.

.  Pe Áthila José Tintino de Vigário Paroquial de Paróquia São
João Batista de Laranjal Paulista para Pároco da mesma.

–   Pe Marcelo Henrique do Prado de Pároco da Paróquia São
Benedito de Botucatu para Pároco da Paróquia São Benedito de
Avaré.

–  Pe Ademar Domingos Roma de Pároco da Paróquia São
Benedito de Avaré para Pároco da Paróquia São Benedito de
Botucatu.

– Pe Ivonil Parraz de Pároco da Paróquia Santo Antônio –
Rubião Júnior de Botucatu para Reitor da Casa de Formação da
Arquidiocese de Botucatu para estudantes de Filosofia e Teologia
na cidade de Marília -SP.

Agradecemos os trabalhos de todos e pedimos a Senhora
Sant’Ana que abençoe a todos!

Pe Adauto José Martins, Representante dos Presbíteros e
Secretário do CAPRE

Remanejamento de Padres da Diocese: Veja quem vai e quem vem

TRANSFERÊNCIAS DE PADRES PARA O ANO DE 2019

Após as consultas realizadas durante os meses de agosto e setembro, tendo ouvido o parecer favorável do Conselho Arquidiocesano de Presbíteros, Dom Mauricio Grotto de Camargo, Arcebispo Metropolitano de Botucatu determinou as seguintes transferências que passam a ser concretizadas a partir do dia 1º de janeiro de 2019. Até essa data cada um continua na sua respectiva função:

– Pe Laudo Correa de Vigário Paroquial da Paróquia Santuário Santa Teresinha de Cerqueira César para Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Boa Morte de Arandu.

– Pe Edelcio Augusto Soares de Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Avaré para Paróquia Santo Antônio de Macatuba.

– Pe Fernando Gusson Maróstica da Paróquia Santo Antônio de Macatuba para Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Avaré.

– Pe Edenilson Aparecido das Neves de Vigário Paroquial da Paróquia São Pedro Apóstolo de Avaré e de Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Boa Morte de Arandu para Pároco da Paróquia Santo Antônio de Rubião Júnior, Botucatu.

– Pe Sebastião dos Santos de Pároco da Paróquia São João Batista de Laranjal Paulista para Vigário Paroquial da Paróquia São Pedro Apóstolo de Avaré.

. Pe Áthila José Tintino de Vigário Paroquial de Paróquia São João Batista de Laranjal Paulista para Pároco da mesma.

– Pe Marcelo Henrique do Prado de Pároco da Paróquia São Benedito de Botucatu para Pároco da Paróquia São Benedito de Avaré.

– Pe Ademar Domingos Roma de Pároco da Paróquia São Benedito de Avaré para Pároco da Paróquia São Benedito de Botucatu.

– Pe Ivonil Parraz de Pároco da Paróquia Santo Antônio -Rubião Júnior de Botucatu para Reitor da Casa de Formação da Arquidiocese de Botucatu para estudantes de Filosofia e Teologia na cidade de Marília -SP.

Início da Escola Arquidiocesana de Formação

Começa neste sábado dia 22 de setembro a partir da RP1 (Região de Botucatu) e RP2 (Região de Avaré) a Escola Arquidiocesana de Formação.

Segundo a proposta, cada Paróquia deve enviar 5 agentes para que possam assimilar os conteúdos e depois transmitirem em suas comunidades esses mesmo conteúdos.

REGIÃO PASTORAL 4 – LENÇÓIS PAULISTA

1º encontro: Kerígma – 06/10 sábado das 08:30 as 11:30 hs
2º encontro: Conversão – 20/10 sábado das 08:30 as 11:30 hs
3º encontro: Discipulado – 25/10 quinta feira das 19:30 as 22:30hs
4º encontro: Comunhão -07/11 quarta feira das 19:30 as 22:30 hs
5º encontro: Missão – 24/11 sábado das 08:30 as 11:30 hs
Local: Santuário Nossa Senhora da Piedade, com entrada pela Rua Anita
Garibaldi.
Coordenador Regional da CAF: José Roberto Bazzuco – Fone: 99714-2547
E.mail: jrbazucco@yahoo.com.br

Setor Juventude envia carta aos párocos e jovens da Arquidiocese

O Setor Juventude de nossa Arquidiocese, dando continuidade ao trabalho de implantação e desenvolvimento do Setor Juventude nas paróquias, enviou uma Carta aos Párocos, coordenadores juvenis e aos demais jovens de nossas comunidades, convocando-os a eleição das coordenações dos Setores da juventude nas respectivas paróquias, bem como a responderem um questionário para que possa conhecer as diversas expressões jovens de nossa Arquidiocese.

VEJA A CARTA NA ÍNTEGRA:

CARTA AOS PÁROCOS E COORDENADORES DOS SETORES PAROQUIAIS

Reverendíssimos Párocos, estimados coordenadores juvenis e prezada juventude

1. O Santo Padre convocou para outubro próximo o Sínodo dos Bispos sobre o tema “Os jovens,
a fé e o discernimento”. Assim, percebemos a intenção do Santo Padre em colocar a juventude
no centro das reflexões da Igreja. Podemos enumerar três finalidades para este Sínodo,
apontadas pelo Romano Pontífice: 1. Cuidar dos jovens como tarefa fundamental da Igreja; 2.
O rejuvenescimento do rosto da Igreja com a presença e a palavra dos jovens na Igreja; 3.
Acompanhar os jovens em seu caminho de discernimento vocacional nesta mudança de épocas,
procurando novos caminhos, percorrendo-os com audácia.

2. Neste sentido, o Setor Juventude de nossa Igreja Particular, visando colaborar com a
pluralidade de pastorais, grupos, movimentos e serviços que existem em nossa Arquidiocese
para que trabalhem em conjunto, visando ainda o bem e a evangelização de nossa juventude em
todas as suas expressões, para que assim tornem-se sujeitos e protagonistas, contribuindo com
a ação de toda Igreja, especialmente na evangelização de outros jovens, pretende ser espaço de escuta, articulação, partilha e instrumento que contribua com a Evangelização de nossa juventude.

3. Neste trabalho, estamos cientes, conforme constatou o Papa Francisco, em sua Exortação
Apostólica Evangelii Gaudium, a pastoral juvenil, como estávamos habituados a desenvolvêla,
sofreu o impacto das mudanças sociais. Neste contexto, continua o Romano Pontífice, existe:
“A proliferação e o crescimento de associações e movimentos predominantemente juvenis
podem ser interpretados como uma ação do Espírito que abre caminhos novos em sintonia com
as suas expectativas e a busca de espiritualidade profunda e dum sentido mais concreto de
pertença. Todavia é necessário tornar mais estável a participação destas agregações no âmbito
da pastoral de conjunto da Igreja.”

4.Neste caminho de integração da nossa juventude, o discernimento é o instrumento pastoral
capaz de identificar as estradas possíveis a serem propostas à nossa juventude, e ainda mais,
pode oferecer orientações e sugestões que sejam fruto que permita seguir o Espírito. O segundo
instrumento é escutar nossa juventude, pois conhecer a juventude é condição prévia para
evangelizá-los. Assim, a Igreja no Brasil, por meio documento, Evangelização da juventude:
desafios e perspectivas pastorais, afirma: “Não se pode amar nem evangelizar a quem não se
conhece. Por esse motivo, iniciamos com alguns elementos das realidades juvenis, buscando
conhecer a geração de jovens cuja evangelização se apresenta como um dos grandes desafios
da Igreja neste início do século XXI. É necessário ter em conta a variedade de comportamentos
e situações da juventude hoje e a dificuldade de delinear um único perfil da mesma no mundo
e no Brasil.”

5. Desta forma, queremos escutar a juventude de nossas comunidades, primeiramente
conhecendo os seus rostos, suas diversas manifestações e contribuições nas Paróquia.
Inspirados pelo Instrumento laboris que será utilizado no Sínodo, buscaremos estruturar este
caminho no processo de discernimento, descrito na Evangelii gaudium 51: reconhecer,
interpretar, escolher. As partes não são, portanto, independentes, mas constituem um percurso.

6. Precisamos também para este processo que cada Paróquia tenha seu coordenador do Setor
Paroquial. Este tem como missão articular as pastorais juvenis existentes na Paróquia; convocar
as reuniões paroquiais para discussão, programação de atividades que podem ser realizadas em
conjunto entre os jovens; comunicar e incentivar a participação dos jovens em atividade
regionais ou arquidiocesanas; e, quando convocado, participar das reuniões regionais e
arquidiocesanas. No intuito de colaborar com o Coordenador, caso julgue necessário, o pároco
ou o próprio coordenador eleito, pode nomear um secretário. Pedimos que o Pároco, vendo sua
realidade paroquial, procure um jovem para a Coordenação do Setor Juventude Paroquial, pode
também reconduzir o Coordenador do Setor Juventude para mais um mandato, ou ainda pedir
que os jovens reunidos elejam um nome para Coordenar o Setor. Esse nome deverá ser
apresentado no DNJ, no dia 21 de outubro na cidade de Avaré.

7. Enfim, diante da realidade complexa, diversa e desafiadora da juventude somos chamados,
inspirados em Jesus, a ter um amor incondicional por todos e a propor aos nossos jovens que,
no desejo de vida eterna, nos procuram (Mt 19,16), seguindo a resposta que o Senhor dá aos
seus primeiros discípulos: “Vinde e vede”(Jo 1,38-39), conduzindo-os a um caminho de
discipulado de Cristo.

Lençóis Paulista, 03 de setembro de 2018
Memória de São Gregório Magno, Papa e Doutor

Pe Rafael Antonio Paixão Soares
Assessor Arquidiocesano do Setor Juventude

Fabiano Ribeiro Maranho
Coordenador Arquidiocesano do Setor Juventude


1 INSTRUMENTO LABORIS 1
2 Doc. 85. Evangelização da juventude: desafios e perspectivas pastorais,
3 EXORTAÇÃO APOSTÓLICA EVANGELII GAUDIUM: SOBRE O ANÚNCIO DO EVANGELHO NO MUNDO ATUAL
4 Documento 85 . Evangelização da juventude: desafios e perspectivas pastorais.
5 Instrumento Laboris 3

http://arquidiocesebotucatu.org.br